Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Pesquisa desenvolvida no PPGGOSP propõe base referencial para repositórios institucionais, com extração automatizada de dados da Plataforma Lattes.

Pesquisa desenvolvida no PPGGOSP propõe base referencial para repositórios institucionais, com extração automatizada de dados da Plataforma Lattes.

Aluna e servidora da UFSCar desenvolve pesquisa que poderá ter impactos importantes na implementação e manutenção de repositórios institucionais.

Pesquisa desenvolvida no Programa de Pós­Graduação em Gestão de Organizações e Sistemas Públicos da UFSCar (PPGGOSP) pela servidora da Secretaria Geral de Informática (SIn) Mesailde Souza de Oliveira Matias poderá ter impactos importantes na implementação e manutenção de repositórios institucionais, ao permitir a automatização de parte do processo de coleta, tratamento e publicação de dados nessas plataformas. Matias, que atua na Seção de Suporte Computacional (SeSC) da SIn, foi orientada pelo docente do Departamento de Ciência da Informação Roniberto Morato do Amaral.

A pesquisa realizada articula os conhecimentos sobre a inclusão de conteúdos em repositórios institucionais acumulados pelo Núcleo de Informação Tecnológica em Materiais (NIT) da UFSCar com os conhecimentos técnicos que viabilizaram o desenvolvimento de sistema que automatiza a extração de dados. Assim, o sistema proposto por Matias extrai os chamados "metadados" – em linhas gerais, dados a respeito de outros dados – da Plataforma Lattes e, em uma etapa seguinte, permite a inclusão desses dados em uma base referencial necessária para o povoamento de repositórios. "Os resultados alcançados compreenderam o desenvolvimento de um conjunto de soluções automatizadas, necessárias à coleta, ao tratamento e à importação dos metadados. A solução de povoamento proposta poderá ser implementada em qualquer instituição que possua ou não um repositório, contribuindo para a maximização da comunicação científica justamente ao automatizar parte do processo de implementação e manutenção de repositórios institucionais", explica Matias. Uma vez extraídas da Plataforma Lattes, as informações registradas pelos pesquisadores são cruzadas com o banco de dados da Universidade, criando um conjunto que agrega o histórico do pesquisador na Instituição – reunido no "Número UFSCar" – com o histórico de pesquisas, publicações e participações em eventos. O serviço também relaciona pessoas diferentes, apontando colaborações científicas e gerando uma série de indicadores como, por exemplo, de acompanhamento do desenvolvimento da internacionalização nas pesquisas realizadas pela comunidade da UFSCar. A sistemática de extração dos dados brutos da Plataforma Lattes só foi possível com a infraestrutura fornecida pela SIn, que hospeda o sistema em uma estrutura robusta já planejada para suportar o crescimento, bem como agrega os conhecimentos para transcodificar os dados e integrar as bases. A nova base gerada abre possibilidades para que diferentes pesquisas possam ser desenvolvidas com as informações organizadas que, inclusive, podem ser reorganizadas de acordo com o interesse de análise. O conjunto de softwares criados é livre e, assim, poderá ser utilizado por outras instituições para povoar repositórios, bem como pela própria UFSCar, que está em fase de planejamento de seu Repositório Institucional.

Fonte: CCS

« Julho 2021 »
Julho
DoSeTeQuQuSeSa
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031